A casa própria é o grande sonho de muitos brasileiros. Entretanto, comprar um imóvel a vista ainda não é uma realidade para a grande maioria e o financiamento imobiliário pode ser a solução ideal.

Se você deseja realizar o seu sonho de ter a casa própria, continue lendo. Neste artigo, você poderá esclarecer todas as suas dúvidas de como financiar um imóvel, como conseguir melhores taxas, saber quais os requisitos necessários e o que será levado em conta para avaliação do seu perfil, entre outras informações úteis.

Como funciona o financiamento imobiliário

Financiamento imobiliário é uma linha de crédito de longo prazo. Atualmente, a maioria das instituições financeiras, tanto públicas quanto privadas, oferecem esse tipo de crédito, com taxa de juros diferenciados e forma de pagamento acessível, com parcelamento de até 35 anos.

O crédito do financiamento imobiliário pode ser usado para aquisição de apartamentos e casas (novos, usados ou em construção) ou terrenos para fins habitacionais ou comerciais.

Para ter acesso a esse tipo de financiamento você terá seu perfil de crédito analisado, onde será levado em conta seu histórico de crédito e pontuação do score de crédito.

Sendo aprovado, o banco irá pagar ao vendedor do imóvel o valor pedido, que pode ser total ou parcial, e você passará a pagar mensalmente ao banco, por um período pré-determinado.

Quem pode financiar um imóvel?

Para financiar um imóvel é necessário, basicamente, ter maioridade civil (18 anos completos), comprovar renda suficiente para indicar a sua capacidade de quitar as prestações e não ter cadastro nos sistemas de proteção ao crédito.

Passo a passo de como financiar um imóvel

Passo 1 – Atender os requisitos básicos: Ser maior de 18; Comprovar capacidade de pagamento; Ter uma boa pontuação de score e não ultrapassar 80 anos e 6 meses na soma da sua idade ao prazo de amortização.

Passo 2 – Simular o financiamento em diferentes bancos: Parece estranho mas, a simulação deve ser feita mesmo antes de ir atrás do imóvel. Essa medida visa facilitar a análise das propostas das instituições financeira e na hora de definir o imóvel que você comprar, o que evita perda de tempo e de oportunidades.

Passo 3 – Cadastro para financiamento: Nessa fase, você precisará escolher uma das instituições financeiras para solicitar seu financiamento. O ideal é que você já apresente sua documentação pessoal para análise de crédito. Inicialmente, os documentos solicitados são o RG e CPF, originais e cópias, comprovante do estado civil e comprovante de renda. Se você estiver em união estável ou for casado, deverá apresentar também a documentação de seu parceiro

Observação: Ter uma boa pontuação de score aumentam suas chances de ter a solicitação de financiamento atendida. Por isso, antes de mais nada, consulte seu Socre e Saiba como aumentar sua pontuação, caso precise.

Passo 4 – Verificação do imóvel: Já sabendo o quanto o banco irá disponibilizar para seu financiamento, escolha o imóvel nas condições desejadas e verifique se há alguma restrição que impeça o financiamento do imóvel. O imóvel para ser financiado, deve estar plenamente regular, livre de pendências judiciais e estar devidamente registrado no Cartório de Registro de Imóveis (CRI) da cidade onde está construído.

Passo 5 – Apresentar documentação para financiamento: Você deverá apresentar cópia e original dos seguintes documentos:

  • RG e CPF, inclusive do cônjuge, se casado for;
  • comprovante de estado civil;
  • certidão conjunta negativa de débitos relativos aos tributos municipais, estaduais e dívida ativa da União (federais) ou certidão conjunta positiva com efeito de negativa desses débitos;
  • extrato do FGTS e certidão negativa de propriedade de imóvel, se for usar recurso do Fundo;
  • comprovante de renda (também do casal, se for o caso, que inclui holerite, extrato bancário e declaração de Imposto de Renda); além do IR e extratos, autônomos podem apresentar a declaração comprobatória de recepção de rendimentos (Decore), feita pelo contador, e, ainda, recibos de recebimentos, contratos de prestação de serviços e declaração do sindicato;
  • outros casos devem ser orientados pela instituição financiadora.

Para financiamento de imóvel usado, além dos documentos listados acima, também são solicitados s os documentos do proprietário ou vendedor e do imóvel, que comprovem a ausência de impedimento sobre ele. Já imóveis novos, é solicitado apenas a matrícula.

Passo 6 – Tramitação e assinatura de contrato: Toda fase de análise técnica dura, em média, 30 dias. Nesse período é providenciado o seguro habitacional, avaliação do imóvel e emissão do contrato para assinatura. Após assinado, o contrato deverá ser registrado no Cartório de Registro de Imóveis. .

Passo 7 – Pagamento e termo de quitação: A partir de agora, você deverá quitar todas as parcelas em dia, cumprindo os termos do contrato ou quitando o contrato antes do prazo.

Após após cumprir o contrato de financiamento de imóvel, a instituição financeira emite o termo de quitação de imóvel. Através desse termo, você poderá solicitar a averbação da quitação na matrícula do imóvel, o que possibilitará que você possa vender ou passar esse imóvel para o nome de outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top